SAÚDE: 154 mil meninas devem ser vacinadas contra o HPV em Goiás - Rádio Interativa FM - Cabeceiras - GO
Sejam bem vindos!!
Home » , » SAÚDE: 154 mil meninas devem ser vacinadas contra o HPV em Goiás

SAÚDE: 154 mil meninas devem ser vacinadas contra o HPV em Goiás

Publicado por Redação na quinta-feira, 12 de março de 2015 | 09:55


O público-alvo da vacinação contra o vírus HPV nas unidades de saúde goianas e de todo o Brasil foi ampliado. É que agora o Sistema Único de Saúde (SUS) incluiu doses da vacina contra o vírus no Calendário Nacional de Vacinação para meninas de 9 a 11 anos. Desde o ano passado, adolescentes de até 13 anos passaram a ser vacinadas. Agora, com a ampliação da faixa etária, as meninas mais novas também podem receber, regularmente, a primeira dose e seguir o esquema vacinal, composto por mais duas doses – a segunda, a ser tomada seis meses depois, e a terceira, de reforço, cinco anos após a primeira. 

A gerente de Imunização e Rede de Frios de Goiás, Clécia Di Lourdes Vecci, explica que a vacina contra o HPV está disponível para as meninas de 9 a 11 anos e também para todas as adolescentes que ainda não foram vacinadas.

"Lembrando que essa vacina está disponível na rede pública. É uma vacina bastante importante pela alta incidência que tem o câncer do colo do útero e até mesmo mortalidade. E lembrando que aquelas adolescentes que tomaram a primeira dose é muito importante para que ela tenha 100% de proteção, ela tome a segunda dose, daí cinco anos toma a terceira."

Em Goiás, a estimativa do Ministério da Saúde é de que 154 mil meninas com idades entre 9 e 13 anos sejam vacinadas contra o HPV, vírus responsável por provocar o câncer do colo do útero. O ministro da Saúde, Arthur Chioro, reforça aos pais das jovens que não há motivos para terem receio, já que a vacina é segura.

"Uma vacina segura, garantida pela Organização Mundial de Saúde [OMS]. Não há registro de acidentes graves, de óbitos, por uso dessa vacina. Portanto, é uma vacina que conta com toda segurança e é por isso que nós estamos apelando a todos os pais, responsáveis, que cumpram o seu papel. Deem a oportunidade a suas filhas escreverem uma nova história que milhares não tiveram a oportunidade de fazer ao longo da sua vida por não ter uma tecnologia tão segura como a vacina do HPV disponível para proteger."

Este ano, o Ministério da Saúde recomenda à secretaria estadual de Saúde de Goiás e às administrações municipais que façam parcerias com as escolas públicas e privadas, repetindo a estratégia adotada na primeira dose da vacina contra o HPV, quando mais de 104 por cento das meninas de 11 a 13 anos do estado foram vacinadas. Para saber mais, acesse a página do Ministério da Saúde. O endereço é www.saude.gov.br.


Reportagem, Alexandre Souza / Agência do Rádio
Clique e Compartilhe :

0 comentários :

Deixe o seu comentário.

Os comentários são de responsabilidade dos autores.

PUBLICIDADE

Curta a nossa página no Facebook
 
Suporte : E-mail | Luciano Max®
Plataforma Blogger
Copyright © 2011. Rádio Interativa FM - Cabeceiras - GO - All Rights Reserved
Todos os Direitos reservados a Interativa FM 87,9 Trabalho e Sucesso