CABECEIRAS: I Conferência dos Resíduos Sólidos debate o lixão e saneamento. - Rádio Interativa FM - Cabeceiras - GO
Sejam bem vindos!!
 
Home » , » CABECEIRAS: I Conferência dos Resíduos Sólidos debate o lixão e saneamento.

CABECEIRAS: I Conferência dos Resíduos Sólidos debate o lixão e saneamento.

Publicado por Bruno Soares na sexta-feira, 4 de setembro de 2015 | 17:20

Nas conferências municipais são escolhidos os delegados dos municípios que participarão da conferência regional


O caminho é longo e o tempo é curto, mas Cabeceiras deu o primeiro passo na busca da solução de um problema que se arrasta a anos e a cobrança aumenta a cada dia, a extinção do lixão. Para resolver tentar chegar a solução, o município faz parte do CORSAP – DF/GO (Consórcio de Manejo de Resíduos Sólidos e Águas Pluviais), que é composto pelos governos do Distrito Federal e Goiás e mais 20 municípios goianos da região Metropolitana do DF. No dia 14 de agosto, sexta – feira, foi realizada em Cabeceiras a 1º Conferência Municipal de Manejo dos Resíduos Sólidos e da Águas Pluviais, para debater sobre o assunto e buscar alternativas que possam resolver a situação do lixão e também do saneamento da cidade.

Participaram do evento, vereadores, presidente do sindicado rural e secretário administrativo da entidade, representante da Saneago (Saneamento de Goiás), representantes da UNB (Universidade de Brasília) e do Sistema de Limpeza Urbana (SLU) do Distrito Federal. A estratégia de organizar a conferência no dia de abertura da festa da moagem e do carro de boi não deu certo. A ideia era aproveitar que a cidade estava em festa para contar com a participação em massa da população, que, inclusive tem cobrado bastante dos órgãos públicos do município, o fim do lixão, localizado a cerca de 500 metros do bairro Ênis Machado, causando desconforto com o mal cheiro, fumaça e moscas. Foi realizado um intenso trabalho de divulgação do evento através do rádio e carro de som. Mas isso não desanimou os organizadores, que entenderam o lado da população, por se tratar de um dia normal de trabalho, e a maioria tem emprego fora do município ou na zona rural.




A conferência é realizada em todos os municípios que compõem a CORSAP – DF/GO, com o objetivo de debater assuntos relacionados não apenas sobre os resíduos sólidos, como também o serviço de saneamento. Nas conferências municipais são escolhidos os delegados dos municípios que participarão da conferência regional que será realizada em novembro em Brasília (DF). Os nomes sugeridos para elaborar e apresentar as propostas na conferência regional foram escolhidos neste encontro, são eles;

- Antônio Vieira Dos Santos (Saneago local)
- Fernando Paiva (Secretário Municipal do Meio Ambiente)
- Márcio (Secretário Municipal de Obras e Transportes)
- Silvanei (Gari)
- Bim de Oemis (Vice - prefeito)
- Everaldo Torres (Vereador)
- Manoel Teixeira (Vereador)
- Walquite Lopes (Vereador)
- Manoel Inácio (Morador)
- Milton Machado (Produtor Rural)
- Joaquim Cardoso (Vice - presidente financeiro do Sindicato Rural de Cabeceiras)

(Foto: Bruno Soares)

Os delegados terão que apresentar as propostas elaboradas no encontro local de acordo com os temas previamente determinados pelo CORSAP DF-GO, que abrangem a limpeza urbana e coleta; manejo de resíduos sólidos; resíduos especiais (agrotóxicos, hospitalares, industriais, etc); e micro e macrodrenagem e manejo de águas pluviais.

Fazem parte do CORSAP DF-GO os municípios goianos da região do entorno de Brasilia: Abadiânia, Água Fria de Goiás, Águas Lindas de Goiás, Alexânia, Cabeceiras, Cidade Ocidental, Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás, Cristalina, Formosa, Luziânia, Mimoso de Goiás, Novo Gama, Padre Bernardo, Pirenópolis, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso de Goiás, Vila Boa e Vila Propício.

De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, em todo o Brasil, 60% dos municípios ainda não conseguiram fazer as mudanças necessárias.

Lixão em Cabeceiras (Foto: Bruno Soares)

Por isso, uma emenda aprovada pelo Senado estabeleceu um prazo que varia entre 2018 e 2021 como data limite para que todas as cidades se adequem à lei.

No estado de Goiás apenas 29 dos 246 municípios contam com aterros sanitários.
Clique e Compartilhe :

0 comentários :

Deixe o seu comentário.

Os comentários são de responsabilidade dos autores.

PUBLICIDADE

Curta a nossa página no Facebook
 
Suporte : E-mail | Luciano Max®
Plataforma Blogger
Copyright © 2011. Rádio Interativa FM - Cabeceiras - GO - All Rights Reserved
Todos os Direitos reservados a Interativa FM 87,9 Trabalho e Sucesso