CIDADES: Prefeituras do Entorno suspeitas de participarem de esquema de corrupção - Rádio Interativa FM - Cabeceiras - GO
Sejam bem vindos!!
Home » » CIDADES: Prefeituras do Entorno suspeitas de participarem de esquema de corrupção

CIDADES: Prefeituras do Entorno suspeitas de participarem de esquema de corrupção

Publicado por Redação na quinta-feira, 26 de setembro de 2013 | 11:08


O megaesquema de lavagem de dinheiro derrubado pela Polícia Federal (PF) durante as operações Miquéias e Elementar, deflagradas há uma semana, alcançou pelo menos três prefeituras do Entorno. Águas Lindas, Formosa e Cristalina estão entre as localidades goianas que apresentaram movimentações financeiras irregulares, segundo a corporação. Outras duas administrações locais, de acordo com o Tribunal de Contas dos Municípios de Goiás, também apresentaram indícios de lavagem de dinheiro. No total, teriam gerado rombos de mais de R$ 40 milhões em fundos previdenciários.

Águas Lindas figura nos relatórios de inteligência da PF por ter aplicado valores em fundos considerados arriscados. A manobra garantiria uma parcela do valor aplicado aos gestores. Um relatório de auditoria do Ministério da Previdência Social sobre os investimentos realizados pela Funprev, da própria cidade, revela que ela repassou valores de fundos rentáveis para outros em situação de deterioração financeira. Portanto, sem condições de arcar com os vencimentos.

Uma das citadas é a Adinvest Top Fi. Apesar de, à época, uma comissão de valores mobiliários do governo federal ter divulgado a incapacidade financeira desse fundo, em 11 de dezembro do ano passado, recebeu da Funprev R$ 4 milhões. A auditoria revelou ainda que o município aplicou 27,44% do patrimônio total dela, ou seja, na contramão do limite estabelecido no artigo 13 da Resolução Conselho Monetário Nacional (CMN), de 20% para aplicações de uma mesma conta de investimento.

Consta ainda no relatório da PF que mulheres bonitas, apelidadas de pastinhas, eram responsáveis por cooptar prefeitos e gestores de fundos de previdência municipais para receberem vantagem indevida.

As aplicações irregulares em fundos de previdência de Águas Lindas, por exemplo, teriam sido feitas após a visita de Cynthia Cabral Soares da Cruz. A mulher é acusada de atuar como pastinha do esquema de lavagem de dinheiro liderado pelo doleiro Fayed Traboulsi e do ex-policial civil Marcelo Toledo Watson.

Prejuízo
Relatório do Tribunal de Contas dos Municípios de Goiás, referente ao período de 2008 a 2012, aponta fraude em fundos de previdência de 11 cidades goianas, algumas do Entorno:

Águas Lindas de Goiás
Total do rombo
R$ 9.184.129,19

Formosa
Total do rombo
R$ 18.013.106,74

Cristalina
Total do rombo
R$ 11.064.368,79

Valparaíso
Total do rombo
R$ 794.653,48

Fonte: Correio Braziliense
Clique e Compartilhe :

0 comentários :

Deixe o seu comentário.

Os comentários são de responsabilidade dos autores.

PUBLICIDADE

Curta a nossa página no Facebook
 
Suporte : E-mail | Luciano Max®
Plataforma Blogger
Copyright © 2011. Rádio Interativa FM - Cabeceiras - GO - All Rights Reserved
Todos os Direitos reservados a Interativa FM 87,9 Trabalho e Sucesso