FORMOSA: Adolescente é encontrada em casa com sinais de espancamento, diz PM - Rádio Interativa FM - Cabeceiras - GO
Sejam bem vindos!!
 
Home » , » FORMOSA: Adolescente é encontrada em casa com sinais de espancamento, diz PM

FORMOSA: Adolescente é encontrada em casa com sinais de espancamento, diz PM

Publicado por Redação na segunda-feira, 23 de maio de 2016 | 13:39


Uma adolescente de 17 anos foi resgatada com ferimentos e diversas cicatrizes na casa em que vivia com a família, em Formosa, no Entorno do Distrito Federal. De acordo com a Polícia Militar, o pai e a madrasta da garota são suspeitos de espancá-la e a manter em cárcere privado. A Polícia Civil investiga o caso.

Ainda segundo a PM, a adolescente foi resgatada na última sexta-feira (20), após uma denúncia recebida pelo Conselho Tutelar. Segundo as informações, a garota não estudava, apanhava com frequência e era mantida presa dentro de casa.

“O órgão solicitou o apoio da PM e fomos até o local. Chegando lá, fomos recebidos pelo pai e pela madrasta, que negaram qualquer irregularidade. Eles chamaram a menina e de cara eu notei que tinha algo errado, pois, apesar do forte calor, ela usava um blusão. Aí, enquanto os conselheiros conversavam com os adultos, me aproximei dela e pude ver algumas lesões no rosto”, explicou a cabo Paula Rios.

Segundo a policial militar, a adolescente demonstrava medo e disse que os ferimentos foram causados por uma queda no banheiro. “Eu notei que, diferente das outras pessoas da casa, que pareciam saudáveis, ela era muito magra. Me aproximei ainda mais e percebi mais uma cicatriz abaixo do pescoço. Ela estava apreensiva, olhava para a madrasta, mas deixou que eu levantasse a sua blusa. Aí já vi as diversas marcas de agressões pelo corpo todo”, relatou.

A informação repassada pela adolescente é de que ela mora com o pai e a madrasta há cerca de 1 ano e que a mãe vive no Nordeste. Logo após notar as marcas de agressões pelo corpo da menina, a PM avisou aos conselheiros e todos foram levados para o Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) da cidade.

“O pai e a madrasta negaram as agressões o tempo todo. Porém, já na delegacia, o homem disse que tinha exagerado em uma surra que deu na filha. Só que, o legista que viu a garota, que ficou até emocionado, me disse que ela apresentava algumas marcas de lesões muito antigas. Sendo assim, não me parece algo pontual e sim que essa menina era espancada há muito tempo”, ressaltou Paula Rios.

Segundo o Conselho Tutelar, a adolescente foi levada para um abrigo na cidade.

O delegado que registrou a ocorrência e ficará responsável pelas investigações é o Antônio Humberto.

Como ele estava de plantão no domingo (22), não foi encontrado pela reportagem para explicar por quais crimes o pai e a madrasta da menina poderão responder e como foi o depoimento deles. No entanto, o delegado Jandson Bernardo, do 2º Distrito Policial de Formosa, informou que o caso está em investigação.


Fonte: G1/GO
Clique e Compartilhe :

0 comentários :

Deixe o seu comentário.

Os comentários são de responsabilidade dos autores.

PUBLICIDADE

Curta a nossa página no Facebook
 
Suporte : E-mail | Luciano Max®
Plataforma Blogger
Copyright © 2011. Rádio Interativa FM - Cabeceiras - GO - All Rights Reserved
Todos os Direitos reservados a Interativa FM 87,9 Trabalho e Sucesso