FUTEBOL: Torcedora que ofendeu o jogador Aranha é atacada na web e removida de emprego - Rádio Interativa FM - Cabeceiras - GO
Sejam bem vindos!!
 
Home » » FUTEBOL: Torcedora que ofendeu o jogador Aranha é atacada na web e removida de emprego

FUTEBOL: Torcedora que ofendeu o jogador Aranha é atacada na web e removida de emprego

Publicado por Redação na sexta-feira, 29 de agosto de 2014 | 14:44


A torcedora do Grêmio. Patrícia Moreira que foi flagrada por câmeras do canal de televisão ESPN Brasil chamando o goleiro Aranha de "macaco" durante a derrota para o Santos por 2 a 0, nesta quinta-feira (28), em Porto Alegre, apagou suas redes sociais após sofrer uma enxurrada de ofensas e xingamentos virtuais. Na página do Instagram da jovem, era possível ver inúmeros internautas chamando-a de racista, além de termos como "vadia" e "vagabunda". Ela ainda sofreu consequências no trabalho.

(Foto: Reprodução / Instagram)
A garota deletou seu perfil no Facebook apenas meia hora após a partida, e a página de Instagram também não durou muito tempo no ar. Em uma foto onde ela aparece vestindo a camisa do Grêmio e falando de sua paixão pelo time gaúcho, um internauta questionou: "e esse preto na sua camisa?".

Durante a partida entre Santos e Grêmio pela Copa do Brasil, Aranha foi alvo de abusos racistas por parte da torcida tricolor que estava atrás do gol.



"A outra vez que viemos aqui jogar a Copa do Brasil tinha campanha contra racismo, não é à toa. Xingar, pegar no pé é normal. Agora, me chamaram de 'preto fedido, seu preto, cambada de preto'. Estava me segurando. Quando começou o corinho com sons de macaco eu até pedi para o câmera filmar, eu fiquei p... .Quem joga aqui sabe, sempre tem racista no meio deles. Está dado o recado, agora é ficar esperto para a próxima", desabafou Aranha na saída do gramado.

O Santos confirmou nesta sexta que o goleiro Aranha irá registrar um Boletim de Ocorrência e o clube irá "até o fim" para coibir tais atos. O Grêmio divulgou na madrugada uma nota de repúdio e prometeu punir os torcedores racistas.

As ofensas racistas direcionadas a Aranha aconteceram no segundo tempo de Grêmio 0 x 2 Santos, partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O árbitro Wilton Pereira Sampaio ignorou o incidente na versão inicial da súmula, mas acrescentou o episódio em adendo feito nesta sexta-feira.

O Grêmio emitiu nota oficial afirmando que o departamento jurídico do clube está trabalhando "para que os envolvidos neste episódio sejam identificados e para que os materiais disponíveis sejam enviados às autoridades policiais". O comunicado também diz que, caso haja participação de sócios no crime, os envolvidos serão "imediatamente suspensos do Quadro Social e proibidos de ingressar no estádio".

Leia a nota oficial do Grêmio na íntegra:

O Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense lamenta e repudia o ato de racismo ocorrido na noite desta quinta-feira, durante partida realizada pela Copa do Brasil, na Arena do Grêmio. O Clube se solidariza com o atleta Aranha e com seu clube, Santos, ressaltando que atos como esse são fruto de atitudes individuais e isoladas, que em nada representam a grandiosidade e o respeito da torcida gremista.

Informamos que o Departamento Jurídico do Clube, em conjunto com a administração da Arena, já está tomando todas as medidas possíveis para que os envolvidos neste episódio sejam identificados e para que os materiais disponíveis sejam enviados às autoridades policiais, a fim de tomarem as providências cabíveis no âmbito criminal.

No que se refere às ações administrativas, caso os responsáveis identificados sejam sócios do clube, estes serão imediatamente suspensos do Quadro Social e proibidos de ingressar no estádio.

Reiteramos que o Grêmio tem sido um incentivador de iniciativas que visam coibir esse tipo de crime e que continuará alerta e atuante na luta contra a discriminação racial.

Afastada do emprego

Patrícia prestava serviços ao Centro Odontológico da Brigada Militar. Não tinha vínculo empregatício com a corporação, mas era contratada por uma empresa que prestava serviço. Por causa da conduta inadequada durante período de folga, ela foi afastada do emprego e substituída em suas funções.

"Informamos que a torcedora filmada ontem, xingando o goleiro do Santos, já foi afastada de sua função na Policlínica", divulgou a Brigada Militar em seu perfil oficial no Twitter.


Com informações do Terra e Uol
Clique e Compartilhe :

0 comentários :

Deixe o seu comentário.

Os comentários são de responsabilidade dos autores.

PUBLICIDADE

Curta a nossa página no Facebook
 
Suporte : E-mail | Luciano Max®
Plataforma Blogger
Copyright © 2011. Rádio Interativa FM - Cabeceiras - GO - All Rights Reserved
Todos os Direitos reservados a Interativa FM 87,9 Trabalho e Sucesso